É olhando para Deus que o cristão vence todas as batalhas

“Os meus olhos se elevam continuamente ao Senhor” (Sl 25:15)

Observando o girassol. São bonitos, não são?

Por curiosidade, resolvi pesquisar a respeito deles e fiquei sabendo: – É uma planta originária, provavelmente, da América do Norte ou do Peru. Possui corpo avantajado, chegando, algumas de suas múltiplas variedades, aos 5 metros de altura. As flores estão sempre com sua face voltada para o sol, recebendo dele luz e calor.

Devem estar perguntando: – “O que é que temos a ver com isso?” Cheguei à conclusão de que temos muito a aprender com os girassóis. Como cristãos temos que ser como eles, a saber, estarmos sempre com nossa face voltada para Deus, que é o Sol que nos ilumina, para recebermos a seiva da vida.

É olhando para Deus que o cristão vence todas as batalhas; é olhando para Deus que o cristão recebe o alimento necessário para viver uma vida plena do conhecimento da verdade; é olhando para Deus que o cristão vai crescendo na esfera espiritual até alcançar a estatura do varão perfeito; é olhando para Deus que o cristão recebe a seiva fortalecedora da fé; é olhando para Deus que o cristão vive.

Apesar de todas estas coisas cometemos a temeridade de desviar os nossos olhos de Deus buscando as coisas do mundo e o resultado é um só: fracasso! Acabamos cometendo os mesmos erros que muitos servos de Deus, cheios do Seu poder e proteção, cometeram quando desviaram seus olhos de Deus e acabaram caindo vencidos. Vejamos alguns exemplos:

Podemos citar Pedro que caminhava sobre as ondas do mar, olhando para Jesus. Em dado momento, porém tirou os olhos do Senhor, teve medo e começou a afundar nas águas agitadas. Clamou por socorro, e Jesus ouviu seu clamor e o repreendeu.

Davi é outro exemplo. Passeando um dia pelo terraço da casa real, desviou os seus olhos de Deus e os fixou em uma linda mulher que estava tomando banho. Desejou-a, mandou buscá-la e cometeu adultério com ela. Não bastasse esse pecado, cometeu outro ainda pior. Sabendo que a mulher ficara grávida e querendo encobrir o seu erro, mandou ordem ao comandante de seu exército para que pusesse o marido dela na frente da maior força de peleja para que fosse ferido e ali morresse.

Jonas é mais um exemplo. Ele recebera ordem de Deus para que fosse à cidade de Nínive e clamasse contra ela pois a sua malícia subira até Ele. Jonas tirou os olhos de Deus, desobedeceu às Suas ordens e decidiu fugir para Társis, mas o Senhor o castigou e Jonas foi lançado ao mar e engolido por um grande peixe. E esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe onde se lamentou arrependido.

Nabucodonosor, rei pagão, vaidoso ao extremo, ao olhar para as grandes obras que realizara, exaltou-se grandemente, dizendo: “Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei com a força do meu poder, e para glória da minha majestade?” Deus o castigou, tirando-lhe a razão e ele passou a viver como um animal, comendo as ervas do campo, até que levantou os olhos ao céu e tornou a vir o seu entendimento e bendisse o Altíssimo.

O povo de Israel, escolhido de Deus, muitas vezes tirou os olhos dele, e, um dia, o Senhor levantou o profeta Amós para mostrar-lhe o erro que cometia e reconduzi-lo a Deus. Israel rejeitou suas advertências. Não O buscou (“buscai-me e vivei, diz o Senhor”) e o que aconteceu foi que naqueles dias os soldados assírios chegavam à sua porta.

Todos esses homens conheceram o fracasso, ao tirar os olhos de Deus. Muitos cristãos precisam chegar ao fundo do poço, ser humilhados e padecer para voltarem a Deus.

Não sejamos como Pedro que teve medo e vacilou, mesmo sabendo que tinha diante de si o criador dos céus, do mar e da terra e que tudo lhe obedecia; adúlteros e traidores como Davi, que possuiu a mulher de seu amigo e ordenou a sua morte para encobrir o seu erro; desobedientes como Jonas, que conhecia as leis do Senhor e sabia que a desobediência fora o primeiro pecado a entrar no mundo; vaidosos e orgulhosos como Nabucodonosor que exaltava a si mesmo e vangloriava das obras de suas mãos; infiéis como o povo de Israel que sempre fora protegido por Deus mas não guardou os seus mandamentos e o abandonou.

Sejamos como o girassol que tem sua face voltada para o sol. Nossos olhos devem estar sempre voltados para Deus se quisermos sair vencedores de todas as batalhas.

“Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos” (Sl 141:8)

Você é a menina dos olhos de Deus

Você não pode ser substituído! É a menina dos olhos de Deus!

Não existe ninguém igual a você! Você possui um elemento divino o DNA de Deus. Ele te amou mais que aos anjos que são seres perfeitos! Deus Te criou com um cuidado e precisão incomparável.

Em Deuteronômio 32:9-12 Porque a porção do Senhor é o seu povo; Jacó é a parte da sua herança. Achou-o numa terra deserta, e num ermo de solidão e horrendos uivos; cercou-o de proteção; cuidou dele, guardando-o como a menina do seu olho.

Como a águia desperta o seu ninho, adeja sobre os seus filhos e, estendendo as suas asas, toma-os, e os leva sobre as suas asas, assim só o Senhor o guiou, e não havia com ele deus estranho. O que nós estamos fazendo com o amor de Deus que nos guarda como a menina de seus olhos?

Você não é insubstituível! É essa afirmação que temos ouvido atualmente, empresas a cada di mais apregoam essa frase, causando medo e insegurança nos seus funcionários, mas será mesmo que podemos ser substituídos, que qualquer pessoa pode fazer aquilo que fazemos? O que a bíblia a palavra de Deus nos diz sobre isso, será que no Reino de Deus, seus filhos podem ser facilmente substituídos?

MENINA DOS OLHOS DE DEUS.

Quando alguém tem um problema ocular e perde a menina dos olhos, dependendo do caso é feito um transplante e ele recebe então outro olho. A ÍRIS é única, cada pessoa tem a sua, é como uma digital não pode ser substituída! Você receba outra, diferente, mas aquela nunca mais será substituída por que é única.
Deus compara seu povo a menina de seus olhos, ou seja, você é único e insubstituível! Outra pessoa pode tomar seu lugar e fazer pior, ou melhor, que você, mas nunca igual a você!

CADA SER HUMANO TEM SEU TALENTO

Quem substituiu Paulo? Pedro? Davi? Daniel? Sara? Ester?
Quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Handel? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Pelé? Albert Einstein? Picasso?
Cada um eles tinha um talento insubstituível!
Não podemos julgar alguém, por um momento ou uma área de dificuldade! Já pensou se Deus descartasse Paulo por que ele era um perseguidor de cristãos? E Pedro porque era violento? Davi por que assassinou e adulterou num momento da sua vida? Se Deus dizesse vou substituí-lo por que ele não é perfeito?
Imagine se fossemos levar em contar que Ainsten era péssimo em matemática, Beethoven surdo, Handel incapaz, garrincha por que tinha as pernas tortas, Santos Dumont por que tinha medo de altura?

VOCÊ É UM SER ÚNICO

Não existe ninguém igual a você! Você possui um elemento divino o DNA de Deus. Ele te amou mais que aos anjos que são seres perfeitos! Deus Te criou com um cuidado e precisão incomparável.
“E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.” (Lucas 12 : 7)

Hebreus 2 :6 Mas em certo lugar testificou alguém, dizendo: Que é o homem, para que dele te lembres? Ou o filho do homem, para que o visites? 7 Tu o fizeste um pouco menor do que os anjos, De glória e de honra o coroaste, E o constituíste sobre as obras de tuas mãos; 8 Todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos pés. Ora, visto que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou que lhe não esteja sujeito. Mas agora ainda não vemos que todas as coisas lhe estejam sujeitas.

A COROA DA CRIAÇÃO

“Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.” (I João 4 : 10)

DEUS TEM PLANOS PRA VOCÊ!

Só fazemos planos para aquilo que é importante pra nós!

João 14:1 NÃO se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. 2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. 3 E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

DEUS TEM PENSAMENTOS DE PAZ SOBRE VOCÊ!

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jeremias 29 : 11)

AMPARO E PROTEÇÃO CONSTANTE!

Há 366 vezes na bíblia escrito: – Não temas!

Isaías 43;1 MAS agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. 2 Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. 3 Porque eu sou o SENHOR teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar. 4 Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida. 5 Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua descendência desde o oriente, e te ajuntarei desde o ocidente. 6 Direi ao norte: Dá; e ao sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe e minhas filhas das extremidades da terra. 7 A todos os que são chamados pelo meu nome e os que criei para a minha glória, os formei, e também os fiz.

NINGUÉM PODE TE SUBSTITUIR!!!!!!!!! VOCÊ É A MENINA DOS OLHOS DE DEUS!!!!!!

Creia somente

Juízes 13

1 E OS filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, e o SENHOR os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos.2 E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos.3 E o anjo do SENHOR apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.

19 Então Manoá tomou um cabrito e uma oferta de alimentos, e os ofereceu sobre uma penha ao SENHOR: e houve-se o anjo maravilhosamente, observando-o Manoá e sua mulher.20 E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos.

21 E nunca mais apareceu o anjo do SENHOR a Manoá, nem a sua mulher; então compreendeu Manoá que era o anjo do SENHOR.22 E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Deus.23 Porém sua mulher lhe disse: Se o SENHOR nos quisesse matar, não aceitaria da nossa mão o holocausto e a oferta de alimentos, nem nos mostraria tudo isto, nem nos deixaria ouvir tais coisas neste tempo.24 Depois teve esta mulher um filho, a quem pôs o nome de Sansão; e o menino cresceu, e o SENHOR o abençoou.25 E o Espírito do SENHOR começou a incitá-lo de quando em quando para o campo de Maané-Dã, entre Zorá e Estaol.

1. O Nome dessa mulher não aparece!

Essa mulher era alguém comum como qualquer uma, como qualquer um.
O milagre não é reservado para pessoas especiais, pessoas comuns podem esperar por seu milagre!
Como tantas Maria, José, Fabio, Eliane você!

DEUS NÃO TEM FILHOS PREDILÉTOS! TODOS SÃO IGUAIS PERANTE O SENHOR!

2. Essa mulher não podia ter filhos!

Ela não podia ter! Algo que é tão natural para algumas mulheres, ter filhos, mais ela não podia ter! O que é que você não pode ter? Qual o seu sonho? Uma casa própria? Um carro? Seu filho ao seu lado? Algo que para algumas pessoas pode ser tão fácil tão normal mais ela não podia ter?

O que é que você não pode ter? – Não importa é o que você quer é o seu sonho e é com os olhos fixos no seu sonho, no seu desejo que o Senhor está!
“SENHOR, tu ouviste os desejos dos mansos; confortarás os seus corações; os teus ouvidos estarão abertos para eles;” (Salmos 10 : 17)
“Cumpriste-lhe o desejo do seu coração, e não negaste as súplicas dos seus lábios. (Selá.)” (Salmos 21 : 2)
“Senhor, diante de ti está todo o meu desejo, e o meu gemido não te é oculto.” (Salmos 38 : 9)

3. Por 40 anos ela não podia ter filhos.

Tem mulheres que assim que se casam, na primeira relação já engravidam como tem pessoas que tem a facilidade de alcançar seus desejos rapidamente, as coisas vêm muito fácil, já para algumas pessoas a coisas realmente são mais difíceis.
Uma pessoa que não conhece a Jesus poderá viver uma vida toda esperando algo que jamais acontecerá, porque baseia essa busca apenas nos seus recursos nas suas possibilidades, a palavra de Deus declara:

“DO homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.” (Provérbios 16 : 1)

Quando você entrega sua vida a Jesus, a única coisa que te faz diferente daquele que recebe sua benção imediatamente é o tempo!
Uma recebe imediatamente, outra recebe depois de 40 anos, mas ambas receberam!

Eclesiastes 3

1 TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
2 Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
3 Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
4 Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
5 Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
6 Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
7 Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
8 Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.
4. Essa mulher retirava forças do seu lugar de oração!

O anjo apareceu para essa mulher duas vezes, ela tinha um local de oração de onde ela retirava forças, um local onde ela podia falar do seu desejo quantas vezes quisesse, ali não seria chata ou cansativa, não fartaria ninguém com suas queixas.

Precisamos aprender a tirar forças do nosso local de oração, aprender a contar para o Senhor nossos desejos e não para os homens.

“De tarde e de manhã e ao meio dia orarei; e clamarei, e ele ouvirá a minha voz.” (Salmos 55 : 17)

5. Se você aprender a clamar ao Senhor, sua benção virá com uma força muito grande!

O que você espera virá com uma força muito grande! Porque o Senhor abençoou, porque o Espírito está gerando!
Malaquias 3:3 E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como ouro e como prata; então ao SENHOR trarão oferta em justiça.

A) A temperatura certa! Confie o que Deus está fazendo é certo! Ele está controlando a temperatura!
“Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.” (I Coríntios 10 : 13)
B) Ele está aperfeiçoando você! “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;” (II Coríntios 4 : 17)
C) Ele quer imprimir sua imagem na sua vida! “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.” (I João 3 : 2)

Eu e você estamos dentro do tempo de Deus, não podemos ver mas, Ele Vê!

Precisamos acreditar que algo está acontecendo!
Não importa o tempo, Deus vai cumprir sua palavra

Festas bíblicas

Três vezes no ano me celebrareis Festa.” (Ex. 23:14)
(Os tempos festivos iniciam-se ao entardecer desses dias)

Páscoa – 29 março
Pentecostes (Shavuot)- 18 maio
Festa das Trombetas (Rosh Hashanah)- 08 setembro
Dia da Expiação (Yom Kippur) – 17 setembro
Festa dos Tabernáculos (Succot) – 22 setembro

O que as festas representam:

Páscoa
– foco: Redenção e purificação (remissão do pecado e purificação da impureza; representa o ministério de Jesus)

Pentecostes
– foco: Abundante provisão (celebração da provisão de Deus. Agrupada em: festa da colheita – agradecimento a Deus pela provisão física; agradecimento pela entrega da Palavra (Torá – provisão da revelação, do ensinamento de Deus); agradecimento pelo derramar do Espírito Santo (derramar do poder de Deus)

Tabernáculos
– foco: Habitando na Glória de Deus

A festa dos Tabernáculos é um agrupamento de 3 eventos: a Festa das Trombetas, o Dia da Expiação e a Festa dos tabernáculos.

(O livro “Ciclos de Deus” – Robert D. Heidler explica o processo em detalhes)

Como saber qual o sonho de Deus pra mim?

SONHO É ALVO!!! – PROPÓSITO.

• “Mas, como saber qual é o sonho de Deus para mim?
• Como saber qual é a vontade de Deus para a minha vida?
• Como saber se os meus sonhos são de Deus ou são só meus?”

Talvez você esteja agora totalmente frustrado, ferido, sem sonhos. Mas eu quero convidar você a receber de Deus a cura e a restauração dos sonhos do seu coração. Ele é poderoso para ressuscitar os sonhos que morreram na sua vida.

1. Antes de você nascer, Deus sonhou com a sua vida; ele mesmo lhe formou com um propósito e uma missão.

(Salmo 139.13-18). Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles! Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo.
A Bíblia afirma, em Filipenses 2.13 Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.

O querer, o sonhar, vem de Deus e é ele mesmo quem realiza, quem concretiza estes sonhos. Desde a sua infância, mesmo antes de você conhecer Jesus, Deus estava semeando os sonhos dele para sua vida. Ele os estava plantando dentro do seu coração. E ao longo dos anos, na medida em que você foi crescendo, estes sonhos também foram crescendo.

Você brincava de boneca ou de carrinho, e sonhava em se casar, ter filhos. Talvez você goste de computadores, de vídeo games, e desde cedo sonha em trabalhar com isso. Ou, quem sabe, você admirava o seu pastor e pensava:

“Quando crescer eu vou ser um pastor assim.” Talvez assistia a programas na TV que mostravam imagens de outros países, de pessoas de diferentes, culturas, e isso lhe atrai. São sementes dos sonhos de Deus em seu coração. Se você tem um compromisso com Deus, ele vai compartilhar muito mais sonhos para você.

2. O diabo veio para matar, roubar e destruir.

Ele é inimigo de Deus, e assim, inimigo dos sonhos de Deus. Portanto, ele é nosso inimigo e adversário dos sonhos de Deus para nós. Nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.

Mas como é que ele age para matar, para assassinar os nossos sonhos? Será que ele aparece “de chifre” para nos assustar e frustrar nossas esperanças?

2.1 Ele usa a boca das pessoas que estão perto de nós. Ele usa olhares. Ele usa as pessoas que mais amamos e admiramos para nos ferir e desencorajar.

Meu pai sempre me disse que as pessoas que mais nos ferem são aquelas que mais amamos, porque elas estão perto de nós. Se alguém que eu nem conheço direito fala algo contra mim, não me importo. Mas se alguém da minha casa ou do meu ministério fala contra mim, isso dói, isso desencoraja. Chamamos todos de amigos!

Definição para amigo: AMIGO É AQUELE QUE TE LEVA A CUMPRIR O SEU PROPÓSITO!

Jesus também passou por isso. Ele veio ao mundo com uma missão. Ele tinha um grande sonho, que era reconciliar o ser humano com o Pai. Ele veio para morrer na cruz em nosso lugar e ressuscitar, vencendo tudo por nós. Ele sabia que ia para Jerusalém para ser crucificado.

Em Marcos 8.31-33 vemos Pedro chamando Jesus à parte para tentar convencê-lo de não ir a Jerusalém.

E a resposta de Jesus ao seu discípulo foi: “Arreda, satanás, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens!” Quando entendemos que é o diabo quem usa a boca das pessoas para nos ferir e matar nossos sonhos, fica mais fácil perdoar essas pessoas. Você precisa perdoar as pessoas que foram instrumento de Satanás para te ferir e frustrar.

3. Como saber se um sonho é de Deus?

a) Os sonhos de Deus trazem glória a Deus. “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5 : 16)A Palavra diz que o coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor. Também diz que há caminhos que ao homem parecem perfeitos, mas o seu fim é de morte. Nós, muitas vezes, pensamos que alguma coisa é sonho de Deus para nós, mas não é. Creio que uma boa maneira de obter esta resposta é sondando o nosso coração e observando se a realização daquele sonho vai trazer glória a Deus ou não.

b) Os sonhos de Deus jamais serão frustrados. “Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do SENHOR permanecerá.” (Provérbios 19 : 21)Os sonhos de Deus, os propósitos de Deus para a sua vida, têm o poder de se tornar realidade porque nenhum dos desígnios do Senhor pode ser frustrado. Aleluia! Na Bíblia, quando alguém recebia uma profecia, era simples saber se vinha ou não de Deus. Se acontecesse, é porque era de Deus; se não se concretizasse, é porque não era.

c) Os sonhos de Deus se realizam no tempo de Deus. “Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim.” (Eclesiastes 3 : 11)Você pode descansar, porque se algum sonho é de Deus para sua vida, vai se realizar. Pode parecer que está demorando, que é impossível, que é algo grande demais, mas para Deus todas as coisas são possíveis. Deus sabe a melhor hora para você desfrutar a realização dos seus sonhos. Assim será com o sonho do seu casamento, do seu emprego, da sua faculdade, do seu ministério, enfim, todos os sonhos de Deus se realizarão, no tempo certo, em sua vida.

Eu sou a videira

João 15:5 “Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

Todas as coisas dependem de nossa vida correta em Cristo. Se nossa vida com Cristo está correta, tudo estará bem. Pode haver necessidade de instrução, inspiração, ajuda e treinamento, tudo isso tem seu valor, mas a longo prazo o mais essencial é ter vida plena em Cristo; em outras palavras, ter Cristo em nós, operando através de nós. O Mestre tem tal benção para cada um de nós, tal paz perfeita e descanso, tal alegria e poder; se simplesmente tomarmos e nos mantivermos na atitude correta em relação a Ele.

Que coisa simples é ser uma vara de uma videira. A vara brota da videira e ali ela vive e cresce, e, no devido tempo, dá fruto. Ela não tem responsabilidade exceto a de unicamente receber da raiz e tronco seiva e nutrição. Se nós apenas, através do Espírito Santo, conhecêssemos nosso relacionamento com Jesus Cristo, nossa obra seria transformada na coisa mais brilhante e mais celestial sobre a terra. Ao invés de haver fadiga de alma ou exaustão, nossa obra seria como uma nova experiência, nos unindo a Jesus como nada mais pode unir. Não é verdade que freqüentemente nossa obra fica entre nós e Jesus? Que tolice! A verdadeira obra que Ele tem para fazer em mim, e eu para Ele, abraço de tal forma que ela me separa de Cristo. Muitos trabalhadores da vinha têm se queixado de ter muito trabalho e de não ter tempo para a comunhão com Jesus, e que seu trabalho habitual enfraquece sua disposição para orar, e que a interação com os homens obscurece sua vida espiritual. Triste idéia a de que o produzir fruto deveria separar a vara da videira! Deve ser porque olhamos para nossas obras como sendo algo mais do que a vara produzir fruto.

O que é a ‘vida da vara’? É vida de absoluta dependência. A vara não tem nada, ela depende somente da videira para todas as coisas. As palavras ‘absoluta dependência’ são muito solenes, grandes e preciosas.

Um grande teólogo Alemão escreveu dois grandes volumes alguns anos atrás para mostrar que toda a teologia de Calvino se resume naquele único princípio de absolta dependência de Deus. Um outro grande escritor disse que somente a absoluta e inalterável dependência de Deus é a essência da religião dos anjos, e também deve ser a do homem. Deus é tudo para os anjos, e Ele espera ser tudo para os Cristãos. Se pudermos aprender a depender de Deus todos os momentos do dia, todas as coisas estarão bem, se dependermos absolutamente de Deus.

Aqui encontramos este fato ilustrado com a videira e as varas. Deixe cada cacho de uva que você vê lembrá-lo de que a vara é absolutamente dependente da videira. A videira fez a obra, e a vara desfruta do seu fruto. O que a videira tem que fazer? Ela tem que executar um grande trabalho. Ela precisa lançar suas raízes no solo e procurar sob a terra as raízes freqüentemente percorrem um longo caminho por nutrição, e bebê-a na umidade. Coloque adubo a uma certa distância e a videira estende suas raízes para lá, e então em suas raízes ou tronco ela transforma a umidade e o adubo numa seiva especial que produz o fruto. A videira executa o trabalho; a vara tem apenas que receber da videira a seiva. Contaram-me que em Hampton Court, em Londres, havia uma videira que algumas vezes produzia alguns milhares de cachos de uva, e as pessoas ficavam espantadas com seu enorme crescimento e rica frutificação. A causa foi descoberta. Não muito longe de lá passa o rio Thames, e a raiz da videira se esticou, centenas de jardas, até chegar à beira do rio, e em seu rico lodo encontrou nutrição e umidade. As raízes levavam a seiva por toda aquela distância para dentro da videira e, como resultado, havia uma abundante e rica colheita. A videira tinha o trabalho para executar e as varas tinham apenas que dependerem da videira e receberem o que ela dava.

Isto é literalmente verdadeiro sobre o meu Senhor Jesus? Devo entender que quando tenho que trabalhar, quando tenho que pregar um sermão, liderar um estudo bíblico ou sair e visitar os pobres , toda a responsabilidade do trabalho está em Jesus? Isto é exatamente o que Jesus quer que você entenda. Cristo quer que em toda a sua obra a verdadeira fundação seja a abençoada consciência de que Cristo deve cuidar de tudo.

Como Ele satisfaz a confiança desta dependência? Ele o faz pelo envio do Espírito Santo, não de quando em quando como um presente especial, mas para relembrar que a relação entre a videira e as varas é tal que de hora em hora, diariamente, incessantemente existe uma viva conexão mantida. A seiva não flui por um tempo, então pára, e então flui outra vez, mas de momento em momento a seiva flui da videira para as varas. Assim que meu Senhor Jesus precisa de mim para tomar aquela abençoada posição como um trabalhador, e, manhã após manhã, dia após dia, hora após hora e passo após passo, em toda obra que tenho para fazer, somente permaneço diante dEle na simples e completa impotência de alguém que nada sabe, nada é e não pode fazer nada. Se sou alguma coisa, então Deus não é todas as coisas. Quando me torno nada Deus pode se tornar tudo, e o eterno Deus em Cristo pode Se revelar plenamente. Se você for uma verdadeira vara de Cristo, a Videira viva Descanse Nele. Deixe Cristo desempenhar a responsabilidade.

Repetindo, a vida da vara é uma vida de completa comunhão. O que a vara tem que fazer? Você conhece aquela preciosa e inexaurível palavra que Cristo usou, ‘permanecei’. Sua vida é uma vida permanente. Como deve ser esse permanente? Deve ser apenas como uma vara na videira, permanecendo todos os minutos do dia. Há varas em permanente comunhão com a videira, de janeiro a dezembro. ‘Mas eu sou muito ocupado’. Sim, mas é a mente que está ocupada com as coisas temporais. A ocupação do permanecer é a ocupação do coração, não da mente; a ocupação do coração apega-se e descansa em Jesus, uma ocupação na qual o Espírito Santo nos liga a Cristo Jesus. Oh! Creia que muito mais profundo do que o intelecto, muito profundo na vida interior, você pode permanecer em Cristo. Se você aprender por um momento a colocar de lado as outras ocupações e entrar neste permanente contato com a Videira celestial, verá que o fruto virá. A completa, pessoal e real comunhão com Cristo é uma necessidade absoluta para o viver diário. Gaste tempo para estar a sós com Cristo. Você não pode ser uma vara saudável, vara na qual a seiva celestial flui, a menos que você gaste bastante tempo na comunhão com Deus. Se você não deseja sacrificar tempo para estar só com Ele e dar a Ele tempo para trabalhar em você todos os dias, mantendo o elo de ligação entre você e Ele, Ele não lhe dará a benção da inquebrável comunhão. Jesus Cristo convida você a viver uma comunhão com Ele. Diga de todo coração: ‘Oh Cristo, é isto que tanto espero, é isto que escolho’. E Ele alegremente o dará a você.

Finalmente, a vida da vara é uma vida de completa rendição e poucos entendem seu significado. ‘Você tem alguma coisa a fazer, pequena vara, além de produzir uvas?’ Não, nada. ‘Você está preparado para fazer nada?’ Preparado para fazer nada! A Bíblia diz que nem mesmo uma pontinha da videira pode ser usada como uma pena; ela está preparada para nada fazer além de ser queimada.

Nosso relacionamento deve ser assim. Somos completamente entregues à videira, e a videira pode nos dar mais ou menos seiva, como ela achar melhor. Aqui estou eu a sua disposição, e a videira pode fazer comigo o que achar melhor. Precisamos desta total rendição ao Senhor Jesus Cristo. Quanto mais falo, mais sinto que este é um dos pontos mais difíceis de esclarecer, e um dos mais importantes e necessários pontos para esclarecer. Isto significa que assim como Cristo literalmente se entregou inteiramente a Deus, assim estou eu inteiramente entregue a Cristo. Isto é muito forte?Alguns podem pensar assim. Alguns pensam que não pode ser assim; mas assim como Cristo entregou inteiramente e absolutamente Sua vida para não fazer nada além de buscar o prazer do Pai e depender inteiramente e absolutamente do Pai, assim nós devemos nada fazer além de buscar o prazer de Cristo. Esta é a verdade desta questão. Cristo Jesus veio para soprar Seu próprio Espírito sobre nós, para nos fazer encontrar nossa mais alta bem-aventurança em viver inteiramente para Deus, assim como Ele fez.

Traga tudo ao relacionamento com Jesus e diga, ‘Senhor, todas as coisas em minha vida têm que estar em completa harmonia com minha posição como Sua vara, a abençoada Videira’. Deixe que sua rendição a Cristo seja perfeita, e Ele mostrará a você o que está, e o que não está de acordo com Sua vontade, e o guiará na mais profunda e elevada bem-aventurança.

João 15:5 “Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

Todas as coisas dependem de nossa vida correta em Cristo. Se nossa vida com Cristo está correta, tudo estará bem.

Pode haver necessidade de instrução, inspiração, ajuda e treinamento, tudo isso tem seu valor, mas a longo prazo o mais essencial é ter vida plena em Cristo; em outras palavras, ter Cristo em nós, operando através de nós. O Mestre tem tal benção para cada um de nós, tal paz perfeita e descanso, tal alegria e poder; se simplesmente tomarmos e nos mantivermos na atitude correta em relação a Ele.

Defenda o que é seu

II- Samuel 23:11-13

Um dia ele acorda de manhã e admira seu belo campo de lentilhas e quando menos espera apareceu filisteus , fortes guerreiros que queriam invadir e tomar posse da plantação .
O povo fugiu para longe por causa do medo, mas Samá ficou e defendeu oque era seu.
Ele jogou com sua própria vida, pegou sua espada e esperou pelos invasores, ele sabia quanto custava aquele campo.
– Samá no hebraico significa “desolação”. Porém Samá não dava muita importância a isso! Um dia foi atacado por seus inimigos que quiseram roubar, destruir seu campo de lentilhas que foi fruto de trabalho de meses. Sozinho ele empunhou sua espada pulou no meio do campo defendeu o que era seu .
Precisamos agir como Samá, e defender tudo o que é importante pra nós!
1. Precisamos saber oque realmente tem valor pra nós, o seu campo é fruto do:
1º Fruto do desejo.
2º Fruto do sonho.
3º Fruto do trabalho.

2. O quanto e o que você investiu nisso! Vale a pena entregar de mão beijadas ao inimigo?
1º Horas e trabalho, 24 horas de vida.
2º Horas de luta, tribulações.
3º Horas que você teve que deixar seus amados para investir naquele sonho.

Você chegou a conclusão que foi um investimento perdido, ou ainda há uma brasinha ardendo?

Isaias 42:3… “Ele na termina de quebrar a cana trincada e nem apagará o pavio que fumega.”
“O fogo arderá continuamente sobre o altar!” É tempo de defender oque é nosso!

É tempo de empunhar- mos a espada para defender nossa causa frente a tentativa de invasão do inimigo que quer roubar os valores morais, espirituais, familiar ou material que Deus nos confiou.
Deus deu um grande livramento a Samá. Difícil é quando Deus chega em um lugar com todos prostrados e mortos, ai não tem como Deus dar nenhum livramento. Mas se houver um só de pé, ai há esperança.
Dizem que: Uma andorinha sozinha não faz verão, mas uma andorinha aliada a Deus fará prodígios.
Defenda seu campo de Lentilhas, o Senhor é contigo nessa peleja!!!!
Um com Deus é a maioria.

“Pos- se Samá no meio daquele terreno e o defendeu, e feriu os filisteus, e o Senhor operou grande livramento.”
Enquanto o povo fugia, Samá enfrentou os filisteus, e os homens fugiam dizendo: “ Não fique sozinho você vai morrer, mas ele ficou, pegou sua espada e defendeu oque era seu.
Aquele gesto poderia não valer nada para os outros, mas ele sabia o quanto valia para ele.
Deus procura pessoas assim, que mesmo estando em perigo, empunham suas espadas e colocam- se em posição de defesa, que preferem arriscar- se na luta do que entregar tudo de mãos beijadas nas mãos do inimigo.
Deus procura pessoas decididas a empunhar a espada e a confiar no poder que mana do seu santo nome.

Amém!

A bíblia diz que o jovem Samá, plantou um campo de lentilhas, essa plantação consumiu muitos dias de trabalho, esforço e dedicação numa época sem qualquer tecnologia. Todo serviço era feito manualmente.

Sexo e Namoro

O Deus do Universo estabeleceu padrões e leis que devem ser seguidas, pois Sua intenção não foi frustrar ninguém, mas beneficiar suas criaturas. Ele sabe como devemos proceder, o que é melhor e o que pode nos prejudicar. Precisamos aprender a confiar em Sua sabedoria. Deus Se preocupa com nosso amadurecimento espiritual é por isso que nos pede pureza com relação ao assunto do sexo (II Co 11.2; Tt.2.4,5, 14; I Pe 3.2).

A palavra “puro” vem da raiz grega “hagnos”, que significa estar livre de toda mancha proveniente da depravação. Isto significa que precisamos refrear ou abster-nos de todo ato ou pensamento que incite desejos que não estão em harmonia com a castidade, virgindade ou votos conjugais de uma pessoa. Isto acentua a necessidade de abstenção ou restrição de toda ação ou excitação sexual que possa corromper, degradar ou violar a pureza de uma pessoa diante de Deus. Inclui, também manter seu próprio corpo em “santificação e honra” (I Ts 4.3,4), e não dado a “paixões de concupiscência” (I Ts 4.5). Esta instrução da palavra de Deus é tanto para os solteiros como para os casados.

– Termos bíblicos para a imoralidade sexual

A palavra “Pornéia” (grego) significa – prostituição. Seu sentido é amplo – refere-se a todo tipo de utilização de nossa sensualidade fora dos laços matrimoniais, tais como:
-defraudação – vem do termo “pleonekteo”- que significa privar outra pessoa da pureza moral e castidade que Deus deseja para a mesma, a fim de satisfazer seus próprios desejos. Despertar os desejos sexuais em alguém, os quais não podem ser satisfeitos licitamente. (I Ts 4.6; Ef 4.19).

-fornicação – “porneia” – descreve uma variedade de atividades sexuais antes e fora do casamento. Incluindo tocar as partes íntimas do corpo ou ver a nudez de outra pessoa. (Lv 18.6-30; 20.11,12,17,19-21; I Co 6.18; I Ts 4.3).
-adultério – relação sexual com alguém casado;

-homossexualismo/lesbianismo – relação sexual entre pessoas do mesmo sexo;
-Incesto – relação sexual com pessoas da família;
-bestialidade – relação sexual com animais.

Todos estes e outros não recebem a bênção de Deus, mas somente o leito matrimonial (Hb 13.4). Imoralidade é pecado contra o próprio corpo (I Co 6.15-20). Se você é filho de Deus, Ele o disciplinará quando O desobedecer, para corrigi-lo para o seu bem. Você terá a bênção de Deus somente através da obediência à Sua Palavra.

1- QUAL A IDADE PARA O NAMORO?

Antes dos 16 anos é complicado assumir namoro, pois este relacionamento depende de maturidade. É indispensável conversar com os pais a respeito. Devem preocupar-se mais em desenvolverem atitudes amadurecidas do que terem pressa em “amarrar-se” a alguém. Adolescentes – aproveitem seu tempo com boas amizades, passeios, conversem com pessoas interessantes, ampliem e enriqueçam seu universo. Usem e abusem da boa leitura e vivam para Deus.

2- COMO POSSO SABER O QUE SINTO REALMENTE?

Paixão – pode surgir de repente, como um raio que corta o céu. Ela acontece porque achou a(o) garota(o) o máximo, sem ter a mínima idéia de suas qualidades e defeitos. A paixão na verdade só vê a outra pessoa como um meio de conseguir alguma coisa: sexo, segurança, carinho. Alguém pode estar apaixonado por duas ou três pessoas ao mesmo tempo, vivendo nas nuvens sonhando, fora de órbita e da realidade. Para o apaixonado o visual da outra pessoa é fundamental. A paixão gosta muito de estar com a outra pessoa pela excitação sexual que ela provoca. Uma pessoa apaixonada usa “máscaras” para estar sempre “agradando” e não decepcionar o outro. As afinidades nem sempre são fortes e definitivas. A atração é mais física do que emocional e intelectual. Seus pais acham antes de pensar em algo mais sério que é preciso dar muito mais tempo.
Amor – cresce devagar, como se fosse uma árvore e continua crescendo mesmo depois de perceber que a outra pessoa dá suas mancadas. O amor está interessado no bem-estar e felicidade da outra pessoa, por isso se dedica exclusivamente a uma pessoa. O amor sonha, mas sem exageros. Ele sabe equilibrar os sonhos com a realidade. Para quem ama, o relacionamento total é mais importante do que a atração física. O amor gosta de estar com a outra pessoa por amizade, companheirismo, carinho. O amor é o que é, já que quer viver ao lado da outra pessoa, não tem medo de mostrar suas falhas e virtudes. Há muita afinidade nos interesses, alvos, valores, atividades ou mesmo num bate-papo. Seus pais gostam dele(a) e o(a) incentivam a conhecê-la(o) melhor.

3- ATÉ ONDE PODEM IR AS CARÍCIAS?

O corpo do homem e da mulher são bem diferentes e reagem de modos diferentes aos apelos sexuais. O rapaz reage ao que vê, por isso é importante que as moças tenham cuidado ao se vestirem, podem estar “defraudando” qualquer rapaz. Enquanto que a moça reage ao ser tocada, pouco a pouco, até que a chama tome força. Tome cuidado, não se deixe ser tocada em demasia. Não confie em sua própria capacidade, você não consegue resistir.
O mundo em que vivemos e sua mídia tende a controlar nossos sentimentos, pensamentos e atitudes. Facilmente somos influenciados por uma novela, filme, música, revista pornográficas, out-doors e conversas picantes com amigos. Tudo isso pode estimular a explosão dos desejos contidos. Num casal as carícias tendem a evoluir, se não derem um basta não agüentarão a força incontrolável do desejo e acabarão em relações sexuais sem pensar nas conseqüências futuras. Um olhar sensual ou uma roupa, são maneiras de um jovem defraudar outro.

4- COMO POSSO ME GUARDAR PARA MEU FUTURO CÔNJUGE?

Decisões a serem tomadas:
– Não ficarem sozinhos em qualquer lugar que seja, mas sempre perto de pessoas;
– Evitar beijos, carícias e aproximação prolongada dos corpos para que não haja excitação;
– Carícias por baixo da roupa estimulam à defraudação;
– Planejar atividades em grupo, evitando longos períodos a sós;
– Coloquem a bíblia como regra de fé e prática, estudando-a e aplicando-a juntos;
– Cultivem o hábito de lerem bons livros que os ajudem sobre o assunto em pauta;
– Participarem das atividades da igreja para desenvolverem um relacionamento com outras pessoas;
– Acima de tudo, reconheçam que seu namorado(a) pertence ao Senhor e não a você.

5- PARA QUE SERVE O NAMORO?

Oferecer aos jovens uma chance para que conheçam e desenvolvam uma amizade, um companheirismo. Conhecer-se como?

– Descobrindo como é a personalidade, o temperamento um do outro. Se têm afinidade, entendimento mútuo, se combinam em diversas áreas. É o tempo de conhecerem o caráter um do outro e ajudarem-se mutuamente a conquistar o caráter de Cristo. Para o amor o tempo é o maior amigo do casal. É necessário tempo para saber:
– Se o outro é paciente e não perde a calma com facilidade;
– Como reage às suas fraquezas;
– Como age quando sua vontade não é satisfeita;
– Como reage aos problemas que a vida traz;
– Se é organizado(a) ou descuidado(a);
– Como reage à autoridade dos pais;
– Se é preguiçoso(a) ou ativo(a);
– Se o relacionamento pode durar sem a prática do sexo;
– Se é companheiro(a), amigo(a), honesto(a) e verdadeiro(a);
– Se é uma pessoa que estabeleceu alvos futuros ou é desanimada, apática;
– Se é possessivo(a), ciumento(a) e briguento(a);
– O que pensa sobre Deus.

É muito importante orarmos para sabermos quem é a pessoa preparada por Deus para estar ao nosso lado durante toda a vida, e observar algumas características importantes nele(a):

– Se tem bom senso, paciência, bom humor, auto-controle, consideração, boas maneiras;
– Se é otimista, sensível, bondoso, asseado e sabe ser econômico;
– O mais importante – se é obediente aos pais. Da mesma maneira como ele(a) tratar seus familiares, tratará você quando se casarem. Ajude-o(a) a viver para o Senhor. A harmonia e felicidade de seu futuro casamento dependem de sua capacidade de tratar seus pais e irmãos em casa e de sua disposição em submeter-se à liderança que Deus instituiu em sua vida. Por isso é importante estarem em harmonia em seus lares.
– O sexo antes do casamento prejudica nossa amizade com Deus. Somente o arrependimento pode restaurar a comunhão com o Senhor (I Jo 1.9). Mesmo assim Satanás continuará acusando, mas o sangue de Cristo o limpa;
– Interfere na comunicação do casal. Cega o casal a respeito de outros aspectos importantes de seu relacionamento. Traz uma nuvem de culpa no relacionamento e entre o casal e Deus. Não sentem mais prazer em conversar sobre seus projetos e os de Deus para suas vidas, visam somente satisfazer seus impulsos sexuais;
– O amor “Eros” (erótico) torna-se prioridade e não o “Ágape”. O desejo por sexo torna-se mais forte que o desejo de obedecer a Deus;
– Pode levar à dependência e vícios sexuais;
– Tira o brilho, o encanto da noite de núpcias (Ct 4.12). – Salomão compara sua esposa a um jardim fechado a quem homem algum abrira o portão e nem andara entre suas flores e frutos, pisando-os e maculando-os. Não importa se todos os seus amigos pratiquem sexo por aí dizendo ser legal, pois para Deus não é e você sofre conseqüências com isto. Ele quer que tanto rapaz, quanto a moça entreguem na noite de núpcias a chave do portão do jardim de delícias e encantos;
– Oferece maior possibilidade de se contrair alguma doença venérea, as quais são muito perigosas;
– Surgem ressentimentos, amargura entre o casal;
– Corrói o respeito e a confiança mútua, tão importantes no casamento (II Tm 2.22). Promove conseqüências, cicatriz de viver pelo resto da vida com a dúvida de que seu cônjuge poderá cometer o mesmo erro, só que com outra pessoa, mesmo que haja perdão mútuo. Deus conhece seu dia de hoje e todos os seus amanhãs;
– Corre o risco de uma gravidez indesejada, abortos e abandono;
– Diminui a auto-estima das pessoas. Sem a auto-estima saudável a pessoa torna-se insegura. O sexo geralmente é uma ferramenta utilizada para sustentar essa auto-estima; o rapaz gaba-se de sua virilidade para se promover. A moça explora seus atrativos para ter os homens a seus pés e sentir-se valorizada. Quando a pessoa tem consciência de seu valor, porta-se à altura. QUEM VOCÊ É? Você é filho(a) do Rei dos reis, do Deus Todo Poderoso e deve portar-se à altura;
– Medo de comparações com experiências passadas. Prejudica a reputação;
– Pode causar efeitos prejudiciais aos futuros filhos. Provoca experiências extraconjugais;
– Abala o relacionamento do jovem com seus pais.

A espera para a prática do sexo apenas no casamento demonstra amor, desenvolve uma forte amizade entre o casal e tem a bênção de Deus. Esse processo deve estabelecer o alicerce de um relacionamento duradouro, mas quando a intimidade física atropela a intimidade emocional, intelectual e espiritual o alicerce é enfraquecido.

O namoro deve ser a três – rapaz, moça e Deus. Se não há ambiente para oração no namoro, alguma coisa está errada no relacionamento. A oração deve ser a prática mais espontânea dentro e fora do namoro.
Mesmo que a sociedade ache os padrões de Deus “quadrados”, precisamos nos lembrar de que o importante é o pensamento de Deus.

“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer” (Ec 12.1).

Namoro

Definição – Fase de conhecimento social e amoroso entre um homem e uma mulher que pretendem se casar. Segundo o Dr. Aurélio significa dentre outros, cativar, amar, cativar, atrair, cortejar, etc. Para alguns teólogos é a fase do conhecimento.

Namoricos

Atualmente, de acordo com a Região, existem muitas palavras de indicam um namorico. Flerte, paquera, esbarro, esbarrão, tapa, xaveco, ficar, etc. Entendendo que estes tipos de ajuntamento não se enquadram nos padrões ético-cristãos.

Namoros não recomendáveis

Namoro à moda mundana como fazem alguns famosos. Muitos são arranjados ou simplesmente por interesses; outros não menos perigosos como: Interesse dos pais, Cobertura financeira.

Namoro do cristão

Os namorados se relacionam compromissados visando a um futuro noivado e matrimônio dentro do modelo social familiar, priorizando um profundo amor, e nunca a paixão.

Epístola de Paulo aos namorados?
Seria mais cômodo se o Apóstolo Paulo tivesse escrito uma Epístola aos namorados e constasse: ?O rapaz, ao atingir a maioridade e quiser namorar, deverá amar preferencialmente uma moça, membro de sua denominação cristã; em seguida comunicar o seu interesse aos seus pais, que, se de acordo, comunicará ao pastor presidente?. Seria bom? Claro que não, o melhor é o que está posto. O jovem o direito de escolha. Deus por Sua Sabedoria o paradoxo – Por Soberania faz o que quer e pelo Arbítrio o jovem escolhe.

Padrão

Alguns líderes espirituais que proíbem aos namorados andar de mãos dadas, abraçar, encontrar-se a sós, beijo na boca. Alguns limitam a idade, outros conferem a situação no rol de membros, etc. Creio que os verdadeiros guardiões devem ser os próprios pais ou seus prepostos. Eles têm maior conhecimento e podem atuar dentro das verdadeiras necessidades e nos assuntos íntimos.
Não existe um código de conduta para namorados, mas alguns princípios, se forem observados, certamente irão contribuir em muito.
Antes
Orar a Deus para que o coração não se enamore pela pessoa errada;
Procurar alguém que confesse a mesma fé;
Ter cuidado com as profecias dos Vasos;
Não desprezar conselhos dos pais.

Durante
? Ter uma vida de oração, leitura da Palavra de Deus e jejum;
? Participar de todos os eventos possíveis programados para a juventude da igreja;
? Observar horário e dias do namoro;
? Evitar ficar a sós ou em local suspeito;
? Não conversar sobre quaisquer assuntos que despertem a libido;
? Não se expor com assuntos que possam deixar desconfortável caso o namore termine;
? Solicitar ajuda aos pais ou preposto, ou o pastor responsável para assuntos de difícil decisão;
? Ser fiel e amar sinceramente, ?tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai?. Fp 4.8
? Só proceder de forma exemplar para o mundo, ?Vós sois o sal da terra… a luz do mundo?, Mt 5.13,14.
? Só tratar de assuntos relativos ao noivado quanto estiver certo da decisão de casar.

Depois
Caso venha terminar o namoro
? Não comentar com terceiros sobre o namoro;
? Não divulgar defeitos ou virtudes;
? Continuar amigos e manter o respeito como da forma anterior.

Terminando um namoro
O período de namoro é visto pela sociedade como um compromisso menos relevante do que o noivado; o que pode ser conferido ao observar a pouca repercussão resultante do seu fim. Portanto, o casal não deve continuar, se perceber que não tem motivação que o leve até o fim.
Santidade
Os namorados e os noivos devem permanecer castos até a celebração do seu matrimônio. Os que perderam a sua virgindade antes de aceitar a Cristo como Salvador, ou por outros motivos, não estão isentos deste dever; devem se guardar até à celebração do seu matrimônio. Por outro lado quando o casal se controla nas carícias sensuais acaba valorizando em muito a sua lua-de-mel. Convém fazer uma analogia das jóias preciosas que as guardamos melhor quando valem mais.
Dia dos Namorados ? é uma importante data comemorada a 12 de junho.
Amor e a Paixão
Amor – É controlado, É gradativo, Não se transforma em ódio, Busca a qualidade do caráter, Apresenta-se como de fato o é, Procura dar mais do que recebe,
Paixão – É descontrolada, É súbita do início e término, Esfria subitamente, Transforma em ódio, Busca só a aparência, Não se apresenta como o é de fato, É egoísta.
O jugo desigual
O jugo, ou canga é uma peça de madeira, de formato simétrico, que se coloca no pescoço dos bois; tem cordas ou correntes amarradas para puxar o carro ou arado. A formação de juntas com animais diferentes comprometerá o seu desempenho por serem incompatíveis. A Palavra de Deus se posiciona claramente sobre a necessidade de igualdade de jugo. ?Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis? 2 Co 6.14 ?Com boi e com jumento juntamente não lavrarás? Dt 22.10. ?não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferentes espécies; no teu campo, não semearás semente de mistura, e veste de diversos estofos misturados não vestireis? Lv 19.19.
Avaliação de compatibilidade
Durante o período de namoro deve fazer uma séria avaliação das possíveis desigualdades. No começo do relacionamento é mais fácil fazer ajustes para evitar um maior sofrimento no futuro.
Algumas desigualdades que devem ser consideradas e tratadas
Religiosa, Profissional, Social, Cultural, Lazer, Psíquica, Física.

Pontos de vista
Primeiro ? O cristão não deve, de forma alguma, namorar ímpios. Este grupo usa como respaldo o texto de Paulo em 2 Co 6.14-17.
Segundo ? A decisão é pessoal. Cada caso é um caso. Deus pode tocar no coração do não convertido e torná-lo um verdadeiro cristão ao longo do processo.
Terceiro – Define radicalmente que a comunhão entre crente e descrente no namoro não tem nada a ver. Citam, ?De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus?, Rm 14:12.
Dizem que em toda regra há exceção, entretanto é mais seguro ficar com o primeiro grupo.
Eu dependo da graça de Deus.
Bibliografia
Almeida , João Ferreira de. Bíblia Sagrada. Edição Revista e Corrigida na Grafia Simplificada. Rio de Janeiro: Imprensa Bíblica Brasileira, 1997.Gilberto, Antônio. O Casal Cristão. Rio de Janeiro: Seminários Bíblicos Semanais.
Souza, Ivan da Silva de. Namoro, Noivado e Casamento : Apostila. Rio de Janeiro, 1980.
Rene, Basileu. E Criou Deus a Família : Comportamentos que Definem um Bom Relacionamento Conjugal . Rio de Janeiro : Edição V Semear, 2000.
Lira, Eliezer. Lições Bíblicas : Lição 3 – Namoro, Noivado e Casamento. Rio de Janeiro: CPAD,1994.