É olhando para Deus que o cristão vence todas as batalhas

“Os meus olhos se elevam continuamente ao Senhor” (Sl 25:15)

Observando o girassol. São bonitos, não são?

Por curiosidade, resolvi pesquisar a respeito deles e fiquei sabendo: – É uma planta originária, provavelmente, da América do Norte ou do Peru. Possui corpo avantajado, chegando, algumas de suas múltiplas variedades, aos 5 metros de altura. As flores estão sempre com sua face voltada para o sol, recebendo dele luz e calor.

Devem estar perguntando: – “O que é que temos a ver com isso?” Cheguei à conclusão de que temos muito a aprender com os girassóis. Como cristãos temos que ser como eles, a saber, estarmos sempre com nossa face voltada para Deus, que é o Sol que nos ilumina, para recebermos a seiva da vida.

É olhando para Deus que o cristão vence todas as batalhas; é olhando para Deus que o cristão recebe o alimento necessário para viver uma vida plena do conhecimento da verdade; é olhando para Deus que o cristão vai crescendo na esfera espiritual até alcançar a estatura do varão perfeito; é olhando para Deus que o cristão recebe a seiva fortalecedora da fé; é olhando para Deus que o cristão vive.

Apesar de todas estas coisas cometemos a temeridade de desviar os nossos olhos de Deus buscando as coisas do mundo e o resultado é um só: fracasso! Acabamos cometendo os mesmos erros que muitos servos de Deus, cheios do Seu poder e proteção, cometeram quando desviaram seus olhos de Deus e acabaram caindo vencidos. Vejamos alguns exemplos:

Podemos citar Pedro que caminhava sobre as ondas do mar, olhando para Jesus. Em dado momento, porém tirou os olhos do Senhor, teve medo e começou a afundar nas águas agitadas. Clamou por socorro, e Jesus ouviu seu clamor e o repreendeu.

Davi é outro exemplo. Passeando um dia pelo terraço da casa real, desviou os seus olhos de Deus e os fixou em uma linda mulher que estava tomando banho. Desejou-a, mandou buscá-la e cometeu adultério com ela. Não bastasse esse pecado, cometeu outro ainda pior. Sabendo que a mulher ficara grávida e querendo encobrir o seu erro, mandou ordem ao comandante de seu exército para que pusesse o marido dela na frente da maior força de peleja para que fosse ferido e ali morresse.

Jonas é mais um exemplo. Ele recebera ordem de Deus para que fosse à cidade de Nínive e clamasse contra ela pois a sua malícia subira até Ele. Jonas tirou os olhos de Deus, desobedeceu às Suas ordens e decidiu fugir para Társis, mas o Senhor o castigou e Jonas foi lançado ao mar e engolido por um grande peixe. E esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe onde se lamentou arrependido.

Nabucodonosor, rei pagão, vaidoso ao extremo, ao olhar para as grandes obras que realizara, exaltou-se grandemente, dizendo: “Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei com a força do meu poder, e para glória da minha majestade?” Deus o castigou, tirando-lhe a razão e ele passou a viver como um animal, comendo as ervas do campo, até que levantou os olhos ao céu e tornou a vir o seu entendimento e bendisse o Altíssimo.

O povo de Israel, escolhido de Deus, muitas vezes tirou os olhos dele, e, um dia, o Senhor levantou o profeta Amós para mostrar-lhe o erro que cometia e reconduzi-lo a Deus. Israel rejeitou suas advertências. Não O buscou (“buscai-me e vivei, diz o Senhor”) e o que aconteceu foi que naqueles dias os soldados assírios chegavam à sua porta.

Todos esses homens conheceram o fracasso, ao tirar os olhos de Deus. Muitos cristãos precisam chegar ao fundo do poço, ser humilhados e padecer para voltarem a Deus.

Não sejamos como Pedro que teve medo e vacilou, mesmo sabendo que tinha diante de si o criador dos céus, do mar e da terra e que tudo lhe obedecia; adúlteros e traidores como Davi, que possuiu a mulher de seu amigo e ordenou a sua morte para encobrir o seu erro; desobedientes como Jonas, que conhecia as leis do Senhor e sabia que a desobediência fora o primeiro pecado a entrar no mundo; vaidosos e orgulhosos como Nabucodonosor que exaltava a si mesmo e vangloriava das obras de suas mãos; infiéis como o povo de Israel que sempre fora protegido por Deus mas não guardou os seus mandamentos e o abandonou.

Sejamos como o girassol que tem sua face voltada para o sol. Nossos olhos devem estar sempre voltados para Deus se quisermos sair vencedores de todas as batalhas.

“Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos” (Sl 141:8)

0 respostas

Deixe o seu comentário

É obrigatório inserir seu nome e email.
Não publicaremos ou usaremos seu email. Esta medida serve apenas para evitar spans nos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *