VULNERABILIDADE

Viver uma vida abundante quer dizer abraçar a vida a partir de um sentimento de amor-próprio. É entender que é impossível amar a Deus sem amar o próximo e a si mesmo. Ao acordar precisamos nos encher de coragem, compaixão e vínculos suficientes para pensar: “Não importa o que eu fiz ou deixei de fazer Deus me ama! Eu sou um filho amado de Deus! Ao ir para cama à noite aceite que:  “Sim, sou imperfeito, vulnerável, muitas vezes sinto medo, mas isso não muda a verdade de quem Deus me criou para ser! Sou corajoso e minha coragem não é representada pelas vitórias constantes mas pelo ímpeto de nunca desistir e de confiar sempre!
Todos os dias precisamos entender que nossa fraqueza é aperfeiçoada em Deus, e que amor e aceitação são necessidades irredutíveis de todas as pessoas, afinal fomos criados para formar vínculos com os outros, isso da sentido a nossa existência. Nesses vínculos sofreremos vários julgamentos. Nos julgarão sobre nossas derrotas, sobre nossos êxitos, alguns virão para nos levantar e outros para nos derrubar porém, esses julgamentos não determinam sobre o que Deus já determinou, que sua graça me basta. 2 Coríntios 12:9. A ausência de aceitação sempre leva ao sofrimento experimente repetir as frases abaixo todos os dias, pela manhã e ao deitar-se:
– Sou um filho amado de Deus!
– Deus me aperfeiçoa nas minhas fraquezas!
– Sou aceito por Deus como sou!
– Posso amar a Deus e aos outros porque me amo!
– Minhas fraquezas não me distanciam de Deus, pois seu amor é incondicional!
Experimente cultivar a autenticidade; ela te liberta do que os outros pensam sobre você.
Cultive a compaixão; ela te livra do perfeccionismo.
Cultive gratidão; esse sentimento te conduz a novas conquistas.
Cultive sua fé; ela te liberta da necessidade das certezas.
Cultive risadas, música e dança; perceba que o mundo é maior que você e que você não precisa estar sempre no controle.
Desejo de coração que você viva dias mais felizes, longe da incerteza da insegurança e firme na convicção do inabalável AMOR DE DEUS!
Você conhece alguém que precisa dessa palavra? Envie para ela!
Se você foi abençoado, compartilhe!
Grande abraço!
Pastor Daniel Moura
0 respostas

Deixe o seu comentário

É obrigatório inserir seu nome e email.
Não publicaremos ou usaremos seu email. Esta medida serve apenas para evitar spans nos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *